Vai investir na bolsa? Veja como não ter problemas com o IR!

    O Leão vai te pegar! Prazo do Imposto de Renda entra na reta final e deixa  a internet descontrolada - Fotos - R7 Economia

    Fala investidor, bom demais? 

    Quando começamos a jornada de investimento é sempre uma euforia, alguns aspiram ter uma aposentadoria melhor, outros buscam a liberdade financeira, alguns querem ficar ricos de milionários, entre tantas outras razões que te leva para a  bolsa de valores. 

    Seja qual foi a razão que te fez investir, saiba que é preciso estar atento às regras do imposto de renda para que o sonho não vire um pesadelo e você caia nas garras do leão!

    Mais fique calma que vamos detalhar quais são os cuidados que você deve ter para ficar em dia com o bicho e não correr riscos desnecessários, afinal gerenciar os riscos dos investimentos já é o suficiente, não é mesmo?

    Controle mensal das operações realizadas na bolsa de valores

    O primeiro passo para você que começou a investir na bolsa, sem dúvida é adquirir o hábito de controlar mensalmente suas operações realizadas e não só isso, dividendos ou juros recebidos também é importante estarem controlados, pois para declaração anual você vai precisar. 

    Controlar mensalmente é a melhor maneira de facilitar sua vida na hora da prestação de contas. O controle vai te ajudar não só com a tributação, mas também com na gestão de seus investimentos e rentabilidade. 

    Pelo controle mensal, você poderá apurar o preço médio de seus ativos adquiridos e essa será uma informação muito importante para a próxima etapa, de apuração do imposto e declaração anual. Então fique atento e transforme em um hábito ter o controle mensal para não deixar isso para última hora!

    Esse processo do controle mensal pode ser simplificado se você utilizar nossa plataforma, que tal utilizar gratuitamente para o controle? Clique aqui.

    Apuração dos ganhos na venda de ativos

    O Leão vai te pegar! Prazo do Imposto de Renda entra na reta final e deixa  a internet descontrolada - Fotos - R7 Economia

    Feito o controle mensal, agora é a hora de apurar os ganhos ou perdas na venda de ativos. Quando você tem ganhos na venda de ações, Fii's, BDR ou ETF's, uma parcela dos lucros tem que ser repassado para a Receita Federal, é a vida caro amigo! Lucrou? Pagou! Mas calma que também tem o outro lado, se você teve prejuízos, pode deixar anotado em seu controle  para compensar futuramente com lucros, separando-os por categorias, prejuízo de Swing Trade compensa com Lucros de Swing Trade, Day Trade com lucros de Day Trade e Fii's com lucro de Fii's.

    A apuração é fundamental para a rotina mensal pois deixar de apurar mensalmente pode te trazer surpresas desagradáveis, pois quando se tem lucros em determinado mês, o imposto deve ser pago até o último dia útil do mês subsequente, se deixar de pagar na data correta, a Receita Federal automaticamente vai exigir pagamento com juros e multa, muitos investidores perdem muito dinheiro exatamente por deixarem de fazer essa rotina mensalmente. 

    Agora que você já entendeu sobre a importância de apurar mês a mês, vamos para a próxima etapa que é o recolhimento do DARF.

    Geração de DARF Mensal e pagamento

    IR: confira dicas para quem vai fazer primeiro ajuste de contas com o Leão

    Depois de fazer sua apuração de ganhos e perdas na bolsa, chegou a hora de realizar o pagamento de seu imposto de renda mensal, para isso você terá que gerar a famosa DARF que é basicamente um troféu para o investidor, pois só paga DARF quem teve lucros consistentes na bolsa. 

    Para geração da DARF, você deverá acessar o portal da receita federal, o caminho mais fácil é no busca do google pesquisar pelo Sicalc Web da Receita Federal e no site digitar as informações cadastrais, como: Nome, CPF, data de nascimento, o mês a que se refere a apuração do DARF, o valor à pagar apurado e o código de recolhimento.

    Código de recolhimento DARF

    O código padrão de recolhimento de DARF sobre investimentos na bolsa é o 6015 e serve para qualquer ganho na bolsa, seja de swing trade, Day Trade ou mesmo Fundo de Investimento Imobiliário, isto é, você deverá somar o imposto apurado em cada uma das operações e recolher na mesma DARF.

    Agora, como gostamos de simplificar as coisas, em nosso sistema, com poucos cliques você tem também a geração da DARF para pagamento, você pode gerar agora mesmo suas DARFs, que tal apurar seu IR agora?

    A última etapa para estar em dia com o fisco, é a declaração de ajuste anual, vamos lá?

    Declaração de ajuste Anual 

    Edmilson Gomes

    A última parte dessa maratona de cuidados fiscais que você deve ter, é a prestação de contas! Isso mesmo, além de pagar você deve dizer ao fisco quanto pagou e porque pagou. E como você faz isso?  A prestação de contas, acontece uma vez por ano, na declaração de ajuste anual. Na declaração você vai informar  os ganhos que apurou mensalmente, no próprio sistema quando você prestar as informações o sistema irá gerar  os cálculos dos valores devidos, ou seja, é importante que o cálculo mensal tenha sido feito corretamente para que esteja de acordo com a apuração feita dentro do sistema da declaração anual. No sistema também você deverá informar se o valor devido mensalmente foi pago ou não, ou, caso tenha apurado prejuízo e esteja com prejuízos acumulados, você precisará informar também, caso os prejuízos não sejam informados na declaração, você não poderá abatê-los de lucros futuros, e isso seria um grande desperdício de crédito para compensar. 

    Na declaração, além de informar os lucros, valores de DARF pagos e prejuízos, você deverá informar diversas outras informações, como: Dividendos e JCP's recebidos no ano calendário declarado, rendimentos de lucros isentos de imposto na venda de ações, sua posição de ativos em seu portfólio em 31/12, incluindo ações, BDR, FII, Fundos e posições em mercado futuro.

    Ufa!!! É muita coisa não? Investir realmente exige disciplina, foco e organização, por isso é importante se atentar as regras e estar organizado para deixar mais simples a rotina de trabalho com o leão.

    O fisco quer saber e com detalhes como anda sua evolução patrimonial, então a melhor estratégia para não ter problemas com o leão é a organização! Estar organizado é a forma mais simples de evitar dor de cabeça no futuro. Aqui no Brasil temos a mania de deixar as coisas para última hora, não é mesmo? Quando fazemos isso com o imposto de renda, você pode trazer uma série de problemas e até prejuízos para seu patrimônio, por isso é importante adotar um hábito de cuidados mensais e administração dos controles e informações.

    Para isso podemos te dar uma mãozinha, em nossa plataforma você consegue ter todo o controle necessário, sem ter que investir muito do seu patrimônio mais importante, o tempo! Veja agora mesmo como podemos te ajudar! 

    Vamos amansar a fera! Lembre-se, só tem problemas com o leão quem não cuida de suas obrigações. 

    Quadro - Leão piscando no Elo7 | Equilibrium Quadros (12C7E03)